25 de jun de 2018

História em Futebol de Botão: O primeiro título do Mundo, junto a sua torcida, Argentina Campeã do Mundo de 1978 sobre a Holanda.

Com polêmicas, bom futebol, e com muita raça, a Argentina venceu sua primeira Copa do Mundo. Após 48 anos desde a derrota para o Uruguai na final da Copa do Mundo de 1930, a Argentina voltava a uma decisão de mundial. O adversário que tinha perdido a final da Copa do Mundo anterior, na Alemanha em 1974, também buscava o título inédito. Assim Argentina e Holanda promoveram um grande jogo na busca do título inédito, detalhe era a ausência do grande craque holandês Cruijff, e da jovem promessa Maradona, que 8 anos depois se tornava o maior ídolo da Seleção Argentina. A Argentina se consagrou campeã, na consagração de grandes jogadores como Fillol, Passarella, Tarantini, Luque, e Kempes, o maior jogador da Copa de 1978, e artilheiro da competição. 

Argentina Campeão da Copa do Mundo de 1978 na Argentina. 
Tarantini, Argentina x Holanda - Copa do Mundo de 1978
25 de junho de 1978, ás 15h, diretamente do Estádio Monumental de Núñez, Buenos Aires, capital da Argentina, para a grande decisão da Copa do Mundo de Futebol, onde teremos a anfitriã, a Seleção Argentina contra a atual vice-campeã do mundo a Seleção Holandesa. Que grande final aqui em Núñez, que festa faz a torcida argentina nas arquibancadas. La Albiceleste de Menotti entrará em campo com seus principais jogadores. Destaque para o retorno de Ardiles no meio, e com grande expectativa ao seu grande craque Mario Kempes, que na segunda fase deslanchou na competição. Além da segurança da sua defesa com Fillol, Passarella, Olguín, Galvan e Tarantini, contando também com a criação de Gallego e Bertoni, e do ataque com Luque e Ortiz. Já a Laranja Mecânica, de Happel, que estava a quase dois meses atrás na final da Liga dos Campeões com a Club Brugge, quer ter um final com títulos. Contando com o artilheiro até aqui da competição, o meia  Rensenbrink, além do experiente goleiro Jongbloed que chega a sua segunda final de Copas, assim como os defensores Krol e Neeskens, os meias Jansen e Haan, e o atacante Rep, além dos irmãos gêmeos Van de Kerkhof. Esperamos uma grande final.
Começa o jogo! E as duas equipes parecem nervosas. Tanto a Argentina quanto a Holanda até aqui buscam o gol, mas param nas boas marcações de sua defesa.
Olha a Holanda chegando. Cruzamento da esquerda... Rensenbrink... Para fora! E uma chegada da Holanda na esquerda, cruzamento na medida para Rensenbrink, que cabeceia sozinho, a bola passar rente a trave do goleiro argentino. Que perigo!
Falta para Argentina, que vai levar muito perigo ao gol holandês. Muita gente na bola, partiu Passarella... Uma bomba... Defende Jongbloed. A Argentina da sua resposta, mas a bola não entra. Segue o jogo!
Falta de novo para a Argentina, vai mandar na área. Mandou... a bola voltou para Olguín, olha o cruzamento... Passarella... Para fora! Que chance desperdiçada pelo capitão argentino. Um cruzamento na medida pelo lateral Olguín, e Passarella pegou debaixo da bola e mandou para cima do gol. 0 a 0, e segue o jogo.
Tenta sair para o jogo a Holanda. Olha o cruzamento na área... Vai tirar... Tirou mal... olha o gol... Defendeu Fillol! Desperdiçou a Holanda. Em cruzamento da direita, para dentro da área argentina, a defesa afasta mal, e a bola sobra limpa para Haan, dentro da área, que manda forte, mas Fillol faz uma linda defesa, mandando para fora.
Kempes comemorando o gol, Argentina x Holanda - Copa do Mundo 1978
A Argentina parte para cima. Olha a arrancada de Gallego no meio. Passou por dois marcadores, tocou para Ortiz, de primeira para Kempes... Entrou na área... Chutou... Goool! É da Argentina! Kempes, Mario Kempes! Uma arrancada linda de Gallego no meio, tocou para Ortiz, que de primeira mandou para Kempes, que se livrou da marcação entrando na área, na saída do goleiro mandou já caindo, a bola no cantinho esquerdo, para abrir o placar aos 38 minutos da etapa inicial. Argentina na frente, 1 a 0.
Olha a Holanda querendo da a resposta. A bola sobra para Kerkhof, que tenta o drible, mas não consegue passar. Tocou atrás para Rep, olha o cruzamento... para Willy... cabeceou para trás.... René... Defendeu Fillol! Que defesa linda. Em um cruzamento de Rep, na medida para Willy van Kerkhof, que mandou de cabeça para seu irmão René van Kerkhof, que chegou chutando, mas parando na defesa de Fillol.
E acaba o primeiro tempo, um grande jogo até aqui, onde a estrela de Fillol está brilhando com muitas defesas, e a de Kempes, que iguala a Cubillas e Rensenbrink n artilharia, vai fazendo o gol do título
Começa a etapa final! E a Argentina parte para cima. Bertoni com a vibração da torcida, ganha na direita. Arrancada linda, tem Luque livre na área. É para ele... Que defesa de Jongbloed! Cara a cara com o goleiro holandês, o atacante argentino não conseguiu tirar, e salva o goleiro camisa 8 da Holanda.
A Holanda tenta reagir. Rensenbrink recebeu no meio, olha que virada para Van de Kerkhof... vai cruzar... passou por todo mundo... Olha a cabeçada... Goool! É da Holanda! Nanninga! Gol de empate da Holanda, tudo igual aos 37 minutos do segundo tempo. Ele que entrou na etapa final, mandou de cabeça um belo cruzamento do camisa 10, René Van de Kerkhof, para empatar tudo no final do jogo. Que partida.
Acabou o tempo normal! Argentina e Holanda estão empatadas, e terá que decidir na prorrogação, e se o placar persistir será pênalti aqui em Buenos Aires. Se em 1974, os holandeses saíram na frente contra os donos da casa a Alemanha, e acabou perdendo. Agora, conseguiram um empate no final e vai com tudo na prorrogação.
Começa o primeiro tempo da prorrogação! E a Argentina parte para cima. Bola tomada no meio, que lançamento para Houseman. Que arranca pela direita, entrou na área, olha o chute... Defendeu! A bola ainda sobrou, Houseman na raça, foi derrubado, mas o árbitro não marcou nada. Que jogada do camisa 9, e que defesa importante do goleiro holandês.
Falta para a Argentina no campo de defesa. Passarella mandou na frente. Bertoni
Gol de Kempes, Argentina e Holanda - Copa do Mundo 1978
na vontade fica com ela. Tocou para a enfiada de Kempes... Tirou de um, passou pelo outro, saiu o goleiro... Vai sobrar... Kempes... Goool! É gol, é gol, é gol! É da Argentina! Na raça de Kempes! É gol do artilheiro isolado da Copa. Mario Kempes! Em uma cobrança da defesa de Passarella, Bertoni ganhou na vontade, tocou para Kempes, que limpou dos defensores, e na saída do goleiro foi para o encontrão, e conseguiu ficar com a bola. Quando dois marcadores chegaram para abafar, o camisa 10 argentino, mandou para o fundo do gol. Aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação, levou a torcida loucura aqui no Núñez.  E acaba assim o primeiro tempo da prorrogação, Argentina 2 a 1. Mario Kempes!
Começa o segundo tempo da prorrogação! E a Albiceleste quer mais. Bertoni recebeu na esquerda, já passou para Kempes que vem pelo meio. Olha a arrancada do cara do jogo até aqui. Tabelou com Bertoni... Vai receber... desviou na defesa... Bateu em Kempes... Sobrou em Bertoni, olha o gol... Goool! É da Argentina! Bertoni! É para se consagrar. Em ótima jogada entre Kempes e Bertoni, o jogador do Valência deu uma arrancada, tabelou com o jogador do Independiente, onde quase sem querer, Kempes deu um toque de peito, que virou uma assistência para Bartoni, que na saída do goleiro, mandou para o fundo do gol. Faltando 5 minutos para o fim do jogo, Argentina 3, Holanda 
Acabou! Acabou! A Argentina é Campeã do Mundo! Argentina em casa, com o Monumental de Núñez lotado, 3 a 1 sobre a Holanda. Os holandeses amargam o seu segundo vice-campeonato consecutivo em Copas, novamente perdendo para a anfitriã. A Argentina de Kempes, Fillol, Bertoni, Luque, Passarela, Tarantini e companhia comandada por Menotti, se consagram pela primeira vez em sua história, como campeã do Mundo.
Passarela, capitão da Argentina, levando a Taça - Copa do Mundo de 1978
Chegamos ao fim da Copa do Mundo de 1978 na Argentina. Cheia de polêmicas, mas com um grande espetáculo, com o título aos donos da casa, a consagração do camisa 10, Mario Kempes, melhor jogador e artilheiro da competição. Agradecemos os que acompanharam aqui no Blog Pé de Taioba, esta grande festa.

Segue abaixo os modelos para botão do jogo:
ARGENTINA: 5.Fillol; 15.Olguín, 7.Luis Galvan, 19.Passarella e 20.Tarantini; 6.Gallego, 2.Ardiles, 10.Kempes e 4.Bertoni; 14.Luque e 16.Ortiz. Técnico: César Luis Menotti.
HOLANDA: 8.Jongbloed; 6.Jansen, 2.Poortvliet, 22.Brandts e 5.Krol; 13.Neeskens, 9.Arie Haan, 11.Willy van de Kerkhof e 10.René van de Kerkhof; 16.Rep e 12.Rensenbrink. Técnico: Ernst Happel.

REFERÊNCIA:
GLOBO ESPORTE. Copa do Mundo 1978 – Argentina. Disponível em: http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/historia/copa-do-mundo-1978-argentina.html. Acessado em: 30/05/2018

ESPORTE TERRA. História das Copas – Argentina 1978. Disponível em: http://esportes.terra.com.br/futebol/copa2006/interna/0,,OI685422-EI5504,00.html. Acessado em: 30/05/2018.

OGOL. Copa do Mundo 1978 – Argentina x Holanda. Disponível em: http://www.ogol.com.br/match.php?id=3963. Acessado em: 25/06/2018

Destaque