10 de jun de 2018

História em Futebol de Botão: Copa do Mundo de 1998


E começa a Copa do Mundo de 1998. Á 20 anos, começava a Copa do Mundo de 1998 na França, a primeira Copa do Mundo com 32 seleções, e cheia de polêmicas nos seus bastidores. Ao longo de treze postagens aqui no Blog Pé de Taioba, iremos ver como foi á última edição da Copa do Mundo de Futebol, no século XX, que consagrou o sétimo país a conquistar o mundo, a anfitriã da competição, a Seleção Francesa de Futebol, que sediava pela segunda vez em seu país a Copa do Mundo, depois de 60 anos. A conquista do seu primeiro mundial foi diante uma copa que teve várias polêmicas, como a compra de resultados de jogos, entre outros casos. Consagrando uma geração francesa de futebol que tinha como maior estrela o camisa 10, Zinédine Zidane, autor de dois gols na grande final, contra o Brasil do camisa 9, Ronaldo.

A 16º Copa do Mundo de Futebol foi em territórios francês, iniciada em 10 de junho, e encerrada em 12 de julho de 1998, tendo como grande vitorioso a dona da casa, a Seleção Francesa, que chegava em sua primeira final de mundial, e buscava um espaço entre as grandes seleções do mundo. Em uma Copa marcada com o fim de um século, por mudar o padrão da competição, acrescentando a mais, o dobro de participantes e de grupos, das edições anteriores, e por polêmicas até hoje repercutidas, como a compra de resultados, e manipulações de sorteio de grupos.
Entraram em campo 32 seleções, sendo a primeira edição com este número de participantes, representando os continentes da América do Sul, América Central e América do Norte, da Europa e Ásia. Foi a Copa do Mundo com maior número de gols, só igualado na edição de 2014, com 171 gols marcados em 64 partidas.
A competição teve na primeira fase a divisão de 8 grupos: A) Brasil, Escócia, Marrocos e Noruega; B) Áustria, Camarões, Chile e Itália; C) África do Sul, Arábia Saudita, Dinamarca e França; D) Bulgária, Espanha, Nigéria e Paraguai; E) Bélgica, Coreia do Sul, Holanda e México; F) Alemanha, Estados Unidos, Irã e Iugoslávia; G) Colômbia, Inglaterra, Romênia e Tunísia; e H) Argentina, Croácia, Jamaica e Japão. Onde classificaram os dois melhores de cada grupo, tendo em sequência o confronto em mata-mata com as oitavas de final onde teve os confrontos de Brasil x Chile, Nigéria x Dinamarca, Holanda x Iugoslávia, Argentina x Inglaterra, Itália x Noruega, França x Paraguai, Alemanha x México e Romênia x Croácia. Em seguida os vencedores se enfrentaram nas quartas de final, formada pelos confrontos entre, Brasil x Dinamarca, Holanda x Argentina, Itália x França e Alemanha x Croácia. E as semifiais formados pelos vencedores do confronto anterior, com os jogos entre, Brasil x Holanda e França x Croácia. E a grande final protagonizada por Brasil e França, tendo os anfitriões campeões.
Após vencer todos os jogos da fase de grupo e liderar o Grupo C, a França venceu as oitavas no gol de ouro, modelo de desempate usado apenas nesta Copa, a Seleção Paraguaia que tinha uma grande defesa. Nas quartas, o grande rival era o mesmo que derrotou em 1938, quando a Copa foi sediada pela primeira vez na França, a Seleção Italiana, que só foi vencida nos pênaltis. Nas semifinais, os estreantes, e grande surpresa da Copa, a Seleção Croata deu trabalho, mas novamente deu França, que chegava a sua primeira final de Copa do Mundo. E o tão sonhado duelo chegou, França x Brasil.
Recentemente declarações do ex-jogador e presidente da UEFA (União das Federações Europeias de Futebol), Michel Platini, que fez declarações que houve manipulação de sorteio que possibilitasse esta final. Houve outras polêmicas atrás deste jogo, muitas para explicar o fracasso da Seleção Brasileira, favorita da Copa, que perdeu por goleada de 3 a 0, para os franceses. Uma destas polêmicas se volta a convulsão sofrida por Ronaldo, o grande nome do Brasil, e naquele momento o melhor jogador do Mundo, algumas horas antes da grande final. Mas, por outro lado, a Seleção Francesa tinha grandes nomes, como o craque Zidane, que brilhou ao conquistar o mundo com seu país, e por se tornar o melhor jogador daquele ano.

Segue abaixo os modelos para botão da Campeã França:
FRANÇA. 1.Lama, 2.Candela, 3.Lizarazu, 4.Vieira, 5.Blanc, 6.Djorkaeff, 7.Deschamps, 8.Desailly, 9.Guivarc’h, 10.Zidane, 11.Pirès, 12.Henry, 13.Diomède, 14.Boghossian, 15.Thuram, 16.Barthez, 17.Petit, 18.Leboeuf, 19.Karembeu, 20.Trezeguet, 21.Dugarry e 22.Charbonnier. Técnico: Aimé Jacquet.

Segue os links dos jogos contados desta copa no Blog Pé de Taioba.


REFERÊNCIA:
GLOBO ESPORTE. Copa do Mundo 1998 – França. Disponível em: http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/historia/copa-do-mundo-1998-franca.html. Acessado em: 09/06/2018

ESPORTE TERRA. Copa do Mundo 1998 – França. Disponível em: http://esportes.terra.com.br/futebol/copa2006/interna/0,,OI684475-EI5509,00.html.  Acessado em: 09/06/2018.




Destaque