8 de abr de 2018

História em Futebol de Botão: Cruzeiro, Campeão Mineiro 2018.

O Campeonato Mineiro é com certeza um dos maiores campeonatos estaduais do Brasil. E muito almejado pelas equipes mineiras, e a edição de 2018 demonstrou muito bem como as equipes sabem do peso desta conquista. O Cruzeiro foi campeão mineiro pela 39º vez, e “o resto é 1º de abril”.

Cruzeiro Campeão Mineiro 2018
O Cruzeiro Esporte Clube demonstrou porque foi sem duvida o campeão mineiro de 2018. O time celeste venceu 09 jogos e empatou 02 jogos na primeira fase, campanha que rendeu a liderança nesta fase, com 08 pontos acima do América Mineiro, segundo colocado.
Dentro do critério do Campeonato Mineiro, a equipe possuiria a partir da semifinal o direito de empata todos os jogos e se tornar campeão. Mas tinha as quartas de final, e a equipe tinha pela frente a equipe do Patrocinense, da cidade de Patrocínio – MG. Na ultima rodada da primeira fase as equipes se enfrentaram em um empate de 1 a 1. Mas na semifinal o Cruzeiro não deu brecha para o azar, e venceu o time de Patrocínio, por 2 a 0 no Mineirão, com dois gols do jovem Raniel.
Nas semifinal a equipe celeste enfrentou  Tupi da cidade de Juiz de Fora – MG, o Galo Carijó deu muito trabalho a Raposa, mas venceu com autonomia os dois jogos, 1 a 0 em Juiz de Fora, e 2 a 1 no Mineirão em Belo Horizonte, destaque para Thiago Neves que marcou os dois jogos em casa. Chegando assim a mais uma final de Campeonato Mineiro, contra o maior rival, o Atlético Mineiro.
O Galo enfrentou a América Mineiro na semifinal, e depois de varias polêmicas, desde a primeira fase, envolvendo o outro grande clássico de Minas Gerais. O Atlético superou o Coelho com duas vitórias, 1 a 0 e 2 a 0, chegando com moral na final.
O primeiro jogo da grande final foi no dia 01 de abril, no Estádio Independente, em pleno domingo de Páscoa. O Atlético entrou precisando ganhar o jogo, e foi para cima do Cruzeiro. Entre os 36 minutos do primeiro tempo aos 45, ainda do primeiro tempo, o Atlético marcou três gols, todas vindas de cobrança de bola parada com o venezuelano Otero, e gols de Ricardo Oliveira, por duas vezes, e Adilson.
O segundo tempo o Cruzeiro reagiu, mas só conseguiu diminuir a diferença aos 37 minutos do segundo tempo, com o uruguaio De Arrascaeta, que entrou só no segundo tempo, e mesmo com a derrota deixou uma esperança para a Raposa reverter o placar. O jogo terminou com muita discussão e provocações entre os atletas, desde um suposto empurrão do gandula para cima do meio-campista Robinho do Cruzeiro, que também durante o jogo foi provocado pelo jogador Otero, que insinuou que o meia do Cruzeiro estava com a bunda cheirando mal.
O segundo jogo foi no dia 08 de abril, desta vez no gigante da Pampulha, o Mineirão. O Cruzeiro precisava vencer por no mínimo 02 gols de diferença, e mostrar porque foi o time de melhor campanha. E foi o que fez, logo aos 03 minutos da primeira etapa, o uruguaio Arrascaeta, depois da insistência do time celeste na procura do primeiro gol, foi e marcou, a torcida que estava chateada com o primeiro jogo, já foi logo voltando às pazes com o time. E a pressão do jogo foi subindo e na metade do primeiro tempo ainda, em uma jogada violenta entre o lateral-direito Edilson do Cruzeiro e o meia-atacante Otero, o venezuelano levou a pior e foi expulso. O primeiro tempo acabou com os jogadores a flor da pele.
Cruzeiro Campeão Mineiro 2018
Na volta do segundo tempo, muita pressão vinda das arquibancadas e dentro de campo. E logo aos 02 minutos da etapa final, o craque do campeonato mineiro de 2018, o meia Thiago Neves, mandou de primeira após o passe de Robinho e fez o gol que daria a vitória ao time celeste.
O Cruzeiro se consagrou pela 39ª vez o Campeão Mineiro, e mais uma vez encima do maior rival, em um ano que começou cheio de rivalidade e provocações entre torcida e jogadores dos dois clubes. Mostrando o porquê foi  o melhor time, e correspondendo em campo a expectativa da massa azul.
Segue abaixo os modelos para botão do jogo:

CRUZEIRO: 1. Fábio; 22. Edilson, 26. Dedé, 3. Léo e 6. Egídio; 8. Henrique, 5. Ariel Cabral, 19. Robinho, 10. Thiago Neves e 10. Arrascaeta; 7. Rafael Sóbis; Técnico: Mano Menezes
ATLÉTICO MINEIRO: 1. Victor; 29. Patric, 3. Leonardo Silva, 4. Gabriel, 6. Fábio Santos; 21. Adilson, 7. Elias, 10. Cazares; 27. Luan, 9. Ricardo Oliveira e 11 Otero. Técnico: Thiago Larghi


Referência:
CRUZEIRO. Cruzeiro vence o rival com facilidade e é campeão estadual pela 39ª vez. Disponível em: https://www.cruzeiro.com.br/index.php?section=conteudo&id=14569. Acessado: em 14/04/2018

GLOBO ESPORTE. Campeonato Mineiro 2018. Disponível em: http://globoesporte.globo.com/mg/futebol/campeonato-mineiro/. Acessado em: 14/04/2018

Destaque